Como pensar em novas estratégias de comunicação interna?

Uma empresa é composta por pessoas, de diferentes ideias e formações, que estão diariamente executando tarefas e empregando esforços para a realização de projetos. A aplicação de estratégias de comunicação interna é o que garante o alinhamento de todos esses colaboradores aos valores e crenças da empresa, fazendo com que as pessoas trabalhem sob o mesmo propósito.

Uma boa comunicação interna é essencial para a sobrevivência da empresa. Afinal, esse discurso interno é quem dissolve rumores e mantém os colaboradores engajados e motivados.

Neste post, vamos trazer algumas estratégias que podem ser aplicadas para o próximo ano, fazendo com que seus funcionários continuem aderindo à organização. Para saber quais são elas, continue a leitura!

As principais mudanças na comunicação interna

Para pensar em novas estratégias, é necessário, a princípio, entender que a comunicação interna também foi afetada pela digitalização de processos e pelo uso massivo da tecnologia. As pessoas consomem hoje um volume muito maior de informações do que cinco ou dez anos atrás, e a empresa deve usar esses mesmos recursos se quiser ser ouvida.

Os funcionários também se acostumaram a poder expressar ideias e interpretar os dados que recebem de acordo com as suas referências pessoais e julgamentos. Essa nova realidade obriga a empresa a mudar a sua abordagem ― em outras palavras, não espere que uma comunicação “chapa branca” (em que os diretores são protagonistas e as informações apenas são comunicadas) tenha uma boa aceitação.

Para conseguir construir uma boa comunicação interna, é preciso envolver os profissionais e trazer assuntos que sejam relevantes e abordem seus interesses, ainda que dentro de uma realidade corporativa. O público atual é múltiplo, muito mais exigente e deve ser o foco das estratégias atuais.

As novas estratégias de comunicação e suas ferramentas

Quando você leva em consideração esse quadro atual, percebe que a comunicação interna deve ser tecnológica, dinâmica e interativa. A rapidez na transmissão de informações é essencial para acompanhar esse novo ritmo, além de uma linguagem direta e capaz de prender a atenção. As notícias devem ser interessantes e tratadas de forma leve e divertida.

Com isso, você pode usar algumas ferramentas para estruturar essas novas estratégias e garantir que a comunicação interna do próximo ano traga resultados muito melhores. Destacamos as principais:

Envolva os funcionários

Para chegar ao público, a sua comunicação deve ser interessante e envolvente. É difícil pensar em uma mesma linguagem para todos os setores da empresa, principalmente quando se trata de uma corporação de grande porte, com pessoas de formações e interesses tão diferentes.

Tente segmentar essa comunicação de acordo com o perfil do profissional que você quer atingir. Lembre-se também de promover a interatividade ― a participação faz com que o público receba as notícias com mais atenção e absorva melhor o conteúdo.

Lembre-se também de que estamos na era da rapidez da informação. Seus comunicados devem ser rápidos e diretos. Conteúdos extremamente longos ou complexos vão afastar os seus funcionários e provavelmente serão desprezados. Procure condensar a informação o máximo possível.

Reavalie os canais utilizados

Os canais que você usa atualmente estão trazendo resultados? Aquele mural enorme no corredor da empresa é lido ou passa praticamente despercebido pelos colaboradores, que chegam com pressa para não perder o horário de entrada?

Usar redes sociais corporativas e canais digitais é uma excelente estratégia de comunicação interna, que permite a personalização de conteúdos e abre espaço para a interação.

Os vídeos online também são uma ferramenta poderosa e muito eficaz de comunicação interna, e podem ser usados em treinamentos e como mensagens de boas-vindas durante a integração.

Implante técnicas de gamificação

Uma estratégia cada vez mais comum dentro das empresas é o uso da gamificação. Essa técnica já é aplicada nos processos de recrutamento e seleção e na estruturação de planos de carreira de algumas corporações.

Dentro da comunicação interna, a gamificação pode ajudar a informar sobre o alcance de metas e a engajar profissionais em ações voluntárias. Transformar o ambiente de trabalho em um grande game deixa a rotina mais divertida e engajadora.

Faça a mensuração de resultados

Para avaliar se a comunicação interna está trazendo resultados reais, é importante aplicar técnicas de mensuração de resultados. A definição das métricas e indicadores é totalmente individual e pode variar de uma empresa para outra, dependendo das prioridades dessa organização.

Além de ser uma tendência forte, é também um desafio. Afinal, vai ser necessário um estudo interno cuidadoso dos objetivos da comunicação e das ferramentas que serão usadas para avaliar esses resultados.

No entanto, esse esforço vai ser recompensado quando, em cima desses números, a empresa conseguir definir como planejar as próximas divulgações com mais eficiência.

Mantenha a comunicação face a face

A sua nova estratégia de comunicação interna pode (e deve) usar o máximo de recursos tecnológicos possíveis para que seja otimizada e certeira. Porém, nada substitui uma conversa direta, sem intermediários.

Reserve um espaço para que esses diálogos existam. Permita que essas conversas pessoais aproximem as pessoas, principalmente quando se trata de gestores e suas equipes.

Apenas com o contato direto, é possível perceber nuances de comportamento ou compartilhar problemas e sugestões de maneira sincera. Para uma boa estratégia de comunicação interna, é indispensável que essas conversas continuem existindo.

A importância de uma boa parceria

Você pode conhecer algumas estratégias e ferramentas de comunicação interna, porém, contar com uma agência parceira que possa ajudar a planejar as ações para o próximo ano pode fazer toda a diferença.

Corporações especializadas em comunicação interna conhecem a fundo os recursos mais modernos e eficazes. Elas vão compreender as necessidades da sua organização e ajudar a estruturar uma estratégia de endomarketing de acordo com o público-alvo e os objetivos corporativos.

Com isso, a sua equipe interna consegue trabalhar em questões mais pontuais. Essa parceria traz excelentes resultados e ajuda a otimizar tempo e dinheiro, afinal, as ações são muito mais direcionadas.

Com essas novas estratégias de comunicação interna, sua empresa certamente pode começar o ano novo com muito mais gás e focada no alcance de metas ainda mais desafiadoras.

Se você gostou deste conteúdo, aproveite para assinar a nossa newsletter e ser comunicado sobre atualizações e novos artigos.

Relacionados